Como não comprar livro de concurso errado

0
536

Quem estuda para concursos públicos precisa de bons materiais para sua preparação e, dependendo do nível de dificuldade da prova, livros são as principais fontes de estudo.

Ocorre que sempre há aquela dúvida/tentação: devo comprar este ou aquele livro? Compro toda uma coleção de livros? Todos os volumes de uma coleção de um determinado autor?

Assista a este depoimento do Prof. Gerson Aragão:

Como visto, influenciado por outros colegas, o Prof. Gerson acabou comprando, de uma só vez, todos os livros de uma determinada coleção. Vejamos as lições que tiramos dessa atitude:

1) Não adianta comprar livros de várias matérias num só tempo – você provavelmente não terá tempo de lê-los. Compre um livro por vez, à medida que for estudar a matéria correspondente.

2) Compre um livro cuja linguagem seja adequada ao nível de seu concurso: não adianta comprar um livro com doutrina rasa se você fará um concurso para carreiras jurídicas, nem um curso ou manual de um autor clássico se fará prova para cargos de analista e técnico.

Vá à livraria ou à biblioteca, folheie o índice e leia trechos de alguns livros para checar qual tem a linguagem, o projeto gráfico e outros detalhes que são bons para seus estudos.

3) Cuidado com a (des)atualização de livros: livros de português ou raciocínio lógico geralmente não têm grandes mudanças, mas de Informática (a depender do surgimento de novos sistemas operacionais) e matérias jurídicas devem estar atualizados quando você for comprá-los.

Livros sobre Processo Civil antes do CPC de 2015 passam a ter valor mais pra pesquisa do que pra concursos. Da mesma forma, livros sobre Direito e Processo do Trabalho anteriores à Reforma Trabalhista de 2017. Portanto, fique em alerta! Sobre livros de Direito Previdenciário, fica a sugestão de aguardar sua compra até a eventual aprovação ou reprovação da Reforma da Previdência (quer gostemos ou não, será objeto de concursos públicos).

Algumas dicas extras:

4) Escolha um livro por matéria: não adianta você ter vários livros de uma mesma matéria. É necessário que se acostume com um mesmo livro, mesmo que ele seja incompleto em algumas partes. Escolha aquele que seja mais adequado ao seu propósito e complemente seus estudos com anotações do seu caderno de questões ou cursinho.

5) Faça as próprias atualizações do livro: use e abuse das margens laterais dos livros para anotar mudanças legislativas e jurisprudenciais. Anote também novas súmulas, um enunciado interessante de uma questão que tenha feito etc.

Se você quiser ver algumas sugestões de livros para concursos públicos, no nosso Canal de Youtube estamos fazendo análise de algumas matérias. Passa lá e confere!

Por hoje é só, pessoal! ;D

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here