Ainda não saiu o Edital. Como Estudar?

0
242

Hoje vamos responder uma dica bem comum de vários concurseiros: como estudo se ainda não saiu o edital do cargo que quero? Olhe a dica que Gerson e Marcela dão abaixo:

Assim, basicamente você deve pegar os editais passados do mesmo cargo, analisando as matérias ali previstas, a quantidade de questões referentes a cada uma e elaborar sua estratégia de estudos, dando ênfase especial aos conteúdos de maior incidência em cada matéria.

Mas e se a última prova foi em 2010? Nesse caso, você deverá se basear em provas recentes do mesmo cargo. Por exemplo, se você fará prova para servidor do Tribunal de Justiça do seu Estado, mas o último concurso foi realizado há muitos anos, procure provas recentes de concursos para o mesmo cargo, mesmo que de outros TJs.

Se já souber qual será a banca contratada (verifique se já houve a licitação ou a sua dispensa para a contratação), procure provas semelhantes da mesma banca. Ex. servidor de TJ feito pela banca FCC.

Se não souber, resolva questões das principais bancas, como CESPE, FCC, FGV e ESAF. Se eventualmente uma banca menos conhecida for contratada, geralmente ela seguirá um padrão mais de cobrança de letra de lei nas matérias jurídicas e terá um perfil semelhante às principais bancas nas matérias não jurídicas.

E se quando sair o edital algumas matérias saírem e outras entrarem? Use a mesma sistemática de analisar provas anteriores que tenham cobrado essas disciplinas a mais, mesmo que não sejam da mesma carreira. Por exemplo, se no concurso para Analista da Fazenda Estadual passou-se a cobrar a disciplina de Direito Previdenciário, veja como ela foi cobrada em concursos para Analistas Fiscais em outros Estados, Analistas de Tribunal de Contas etc.

No último concurso, cobrou-se o CPC/1973. Como faço pra estudar agora com o CPC/2015? Você não precisará estudar o que foi cobrado nas provas anteriores ao CPC/15. Deve analisar como ele tem sido cobrado nas provas após o início de sua vigência, mesmo que em provas de bancas e carreiras diferentes. Isso porque, em regra, a maioria das bancas tem cobrado a literalidade da lei, sendo que o CESPE, como sempre, continua também cobrando a jurisprudência dos tribunais superiores.

Assim, se você, por exemplo, estuda pra juiz estadual, leia bastante o CPC, principalmente as partes inéditas em relação ao CPC/73, a jurisprudência e resolva muitas questões de provas de carreira jurídica (juiz, promotor, defensor e advogado público).

Essas são dicas gerais, mas se você quer se aprofundar em técnicas de preparação para concursos, baixe nosso ebook e acompanhe a formação de novas turmas do curso Método de Aprovação, o que ocorre periodicamente, ok?

Bons estudos rumo à aprovação!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here