5 Metas de Estudos para ser Aprovado em qualquer Concurso de 4 e 8 meses

Tempo de leitura: 10 minutos

userphoto_the_author_photoA primeira coisa que você está pensando ao ler esse título é: “impossível”! Pois sabia que eu fiz exatamente isso, quando estudei para analista e fui aprovado e logo depois para Defensor, cargo que ocupo atualmente.

Então se eu consegui você também consegue.

E antes que você ache que eu sou inteligente ou muito estudioso, posso te dizer que sempre fui um aluno mediano na faculdade. Fui aprovado na média (entre 5 e 6 à época) e nunca estudei mais de 4 horas por dia.

O que mais me diferenciava dos outros candidatos eram apenas dois aspectos: estratégia, para estudar com eficiência, e planejamento, para que fosse possível definir e cumprir minhas metas.

Nesse texto vou mostrar todos os detalhes. São apenas 2 bases estratégicas simples, e um planejamento de 5 metas.

2 BASES ESTRATÉGICAS

Captura de Tela 2016-01-07 às 03.15.21

Você precisa ter um foco estratégico no que importante para ir bem em concursos de forma mais rápida.

Muitas vezes o concurseiro tentar estudar tudo. Mas na maioria das vezes não dá tempo. Era assim que eu me sentia quando me preparava.

Para que você entenda bem o que quero dizer, veja essa história inspiradora antes entrarmos nos 2 pilares estratégicos.

Um missionário viajou a um lugar remoto da África para divulgar o Evangelho. Todos os dias, os aborígines começavam suas ocupações diárias com uma longa viagem para trazer água para casa. Para o missionário, isso pareceu um trabalho impressionante. Corn esperança, o missionário pesquisou ao redor da aldeia e descobriu um lençol de água subterrânea.

Transbordante de alegria, ele procurou o chefe da tribo e anunciou: “Chefe, encontrei água no subsolo. Podemos cavar um poço”. O chefe concordou em convocar uma reunião tribal no dia seguinte para discutir o assunto. O missionário tinha certeza de que os aldeões concordariam em cavar um poço.

A reunião, entretanto, terminou com um resultado inesperado. Você e capaz de adivinhar o que o chefe disse? “Estamos tão ocupados em transportar água para casa que não temos tempo para cavar um poço.”

Você percebeu que quem não prioriza o que é importante fica preso nas urgências e não chega a lugar nenhum e, por isso, não cresce. Em concursos é a mesma coisa. Ter foco e clareza te dá mais chances de atingir seus objetivos.

Então veja agora as 3 bases estratégicas que darão foco e clareza.

BASE 01

Escolher um cargo ou cargos similares em que desejo ser aprovado (Ex: Analistas  do TJ, MP, TRF, TRE) e definir um ou duas bancas de concurso para se especializar. Ex: FCC.

Isso é muito importante porque você define logo quais são suas prioridades e por isso, estuda de forma focada e, consequentemente, menos caso fosse estudar para mais concursos.

Mas como escolher o cargo? veja este vídeo antes de continuar.

BASE 02:

Estruturar um edital sintetizado com os assuntos prioritários para serem estudados. Esse edital, construído por você, deve levar em consideração os seguintes aspectos:

  1. Análise dos editais anteriores do(s) cargo(s): é essencial realizar essa verificação para que seja possível delimitar e priorizar matérias comuns entre os cargos desejados.
  2. Análise de provas anteriores dos cargos selecionados e similares: por meio dessa análise é possível delimitar assuntos e o grau de dificuldade das questões, para que seja possível saber qual o nível de aprofundamento do seu estudo.
  3. Análise do cargo(s): é muito importante entender a correlação entre a prova e o cargo desejado, para que seja possível priorizar determinados assuntos.
  4. Análise do perfil ideológico da banca: aqui é preciso entender mais sobre o nível e estilo de cobrança do conteúdo do edital.

Bom, sabendo quais os assuntos e temas são suas prioridades de estudo, aí sim é possível definir suas metas.

AS 5 METAS

Captura de Tela 2016-01-07 às 03.25.40META 01: FINAL

Sua meta principal e final e ser aprovado no concurso. Mas uma meta dessa natureza permite que você fique desestimulado e desista, por isso vamos definir metas anteriores, passo a passo.

Mas antes que eu detalhe esse passo a passo, gostaria de te contar uma história que mostra a importância de saber definir e gerenciar bem suas metas.

Leia com atenção, pois ela é será muito relevante daqui para frente.

Um maratomsta japonês quase desconhecido, Yamada Honichi, que venceu a Maratona Internacional de Tokyo só para Convidados de 1984 e a Maratona Internacional da Itália de 1986 revelou o segredo de seu sucesso da seguinte maneira.

“Antes de cada competição, sigo de carro por todo o percurso da maratona. Faço isso para escolher pontos de referência importantes. Por exemplo, o primeiro ponto de referência poderia ser o edifício de um banco; o segundo, uma árvore alta; o terceiro, uma casa Vermelha, criando assim minhas próprias balizas. Com essas balizas em mente, quando soa o sinal da largada, corro a uma velocidade de corrida de 100 metros rasos até a primeira baliza. Quando chego à primeira baliza, corro à mesma velocidade até a segunda baliza. Divido o trajeto de 40km em trajetos menores para facilitar a corrida. Durante a primeira fase de minha carreira, corria usando a linha de chegada ao fim de 40km como minha meta. Quando fazia isso, ficava cansado depois de alguns quilômetros e não conseguia correr mais”.

Como você pode perceber, se Yamada não tivesse dividido sua meta principal em metas menores, seu sucesso seria sido dificultado, ou até mesmo ele poderia ter desistido.

META 02: DE LONGO PRAZO.

Qual a meta anterior a aprovação?

Acertar um número considerável de questões, de modo a permitir sua aprovação. Que seria algo entre 70 e 95% a depender do concurso.

Veja aqui a importância de definir o concurso (cargo) ou concursos (cargos) similares. Essa sua meta depende disso.

No nosso exemplo de Analista de tribunais e banca FCC, você precisa acertar mais de 90% das questões da prova, por isso a meta aqui será de 95%.

Sim. Mas como eu faço para acertar esse percentual em uma prova? Para chegar nesse nível é preciso:

  • Resolver um alto número de questões de provas anteriores,
  • Ter estudado e revisado mais de 2 vezes todo o edital sintetizado (assuntos prioritários),
  • Iniciar nos assuntos e temas menos prioritários (que já estão fora do seu edital sintetizado).

META 03: DE MÉDIO PRAZO.

Você com certeza está pensando que isso ainda é uma grande meta. E é sim. Por isso vamos deixá-la menor?

Por isso, é importante aqui que você tenha pelo menos:

  • Estudado o edital sintetizado, com os temas prioritários do concurso.
  • Resolvido um bom número de questões

META 04: DE CURTO PRAZO.

E como isso é feito?

É simples. Basta delimitar uma determinada quantidade de assuntos por semana, para resolver questões, estudar, resumir e revisar pela técnica R12X que é muito eficiente. Tudo isso dentro de um ciclo eficiente de estudos. O melhor que eu conheço e sempre utilizei é o clico de estudos R2Q2, que explico melhor em outra oportunidade.

O importante aqui é você saber o seu ritmo de estudos. Cada um tem o seu, mas vou dar um exemplo prático aqui de uma meta semanal ou de curto prazo:

  • Estudar os assuntos “x”, “y” e “z”.
  • Resumir esses assuntos em palavras-chaves (Resumo RPC).
  • Resolver mais 300 questões desses assuntos.
  • Revisar os todos os assuntos pelo resumo.

META 05: DE CURTÍSSIMO PRAZO

A melhor meta diária que você pode ter é com base em resolução de questões. Pouca gente sabe, mas você deve ficar a maior parte de seu tempo de estudos resolvendo e entendendo porque acertou e errou item por item.

Por isso, é essencial resolver de no mínimo 50 questões por dia. Essa é sua meta de curtíssimo prazo, além é claro dos estudos do dia.

Entenda que o fator mais relevante em seu avanço está no comprimento das metas propostas. Veja o vídeo abaixo em que eu explico como garantir que você vai cumprir suas metas. Depois continue no texto.

Em RESUMO você começa pela meta 05 e termina na meta 01. Por isso, agora vou colocá-las na ordem em que isso vai acontecer em sua vida e de forma prática, para que você veja como é simples a seqüência e como funcionam os prazos das metas.

1. Meta Diária

  • [  ] Estudar um tema
  • [  ] Resolver entre 50 e 100 questões por dia.

2. Meta Semanal

  • [  ] Estudar 1 matéria por semana: temas prioritários.
  • [  ] Resolver 300 questões.
  • [  ] Revisar 3 assuntos.

3. Meta Bimensal 

  • [  ] Estudar o Edital Sintetizado.
  • [  ] Resolver 2.400 questões.
  • [  ] Revisar 8 matérias.
  • [  ] Realizar 4 simulados reais.
  • [  ] Fazer 1 concurso.
  • [  ] Ter índice de 60 a 70% nos simulados.

4. Meta Semestral

  • [  ] Estudar 2 ou 3 vezes o Edital Sintetizado
  • [  ] Resolver 4.800 questões.
  • [  ] Estudo e resolução de questões de temas não prioritários.
  • [  ] Índice superior a 80% nos simulados (a depender do concurso).

5. Meta da Aprovação

Ao fim, sua meta é a aprovação. Mas você ainda pode estar se perguntando: “Mas como eu vou sistematizar todo esse estudo em calendário coerente, estudar de forma correta, resumir, resolver questões e revisar?”.

Não se preocupe, pois existem técnicas para isso, como o Calendário 26S, o Clico de Estudos R2Q2, o Resumo RPC e a Revisão R12X.

Entenda, por enquanto que o cumprimento das 4 mestas anteriores, que a depender do concurso leva em média de 4 a 8 meses, pode te levar ao seu objetivo principal de forma muito mais eficiente.

Caso isso não ocorra, é só preciso entender que o concursos é um processo cíclico. Se não houver desistência nesse momento, você já estará apenas revisando assuntos e por isso, em um nível altíssimo de preparação.

Suas chances agora estão cada vez maiores. Pode levar mais alguns meses para que você tenha outras chances e, com isso, sua aprovação. Leia essa história inspiradora para você entenda extremamente o que quero dizer.

No início da década de 1940, dois rapazes se propuseram a escalar os 8.848 metros do pico do monte Everest pela primeira vez. O resultado final foi um fracasso total. Enquanto desciam de volta, um dos rapazes declarou: “Monte Everest, você não vai crescer mais do que isto. Mas eu vou! E então voltarei!”

Uma década depois, o rapaz retornou e conseguiu chegar ao pico em 29 de maio de 1953. Essa é a história de Edmund Percival Hillary, o primeiro a escalar o monte Everest, acompanhado pelo guia nativo Tenzing Norgay.

Proponha-se seus desafios para o sucesso! A menos que desista, você será capaz de escalar qualquer montanha e ser aprovado em qualquer concurso.

Grande Abraço

Gerson Aragão

*PS: se você gostou do artigo ou tem alguma dúvida comente aqui embaixo.

MA3

3 Comentários

  1. silviana

    gostei vou fazer e depois informo o resultado do concurso .#concurso2016 essa é minha vez.

    Responder
  2. Karina

    Caro Dr Gerson,

    Em primeiro lugar gostaria de agradecer por todas as sugestões de estratégia e lhe parabenizar por ter passado e não ter esquecido dos que ainda estão nessa árdua batalha.
    Tenho interesse em fazer parte do grupo de estudo, mas fiquei com algumas dúvidas mesmo assistindo os vídeos e lendo seu livro.
    Entendi a importância do RPC e da R12x. Mas quero saber o que é o Calendário26S (26 semanas?) e o Ciclo de Estudos R2Q2.
    Para TJ, você acha interessante incluir e-magis após revisar umas 3 vezes o edital sintetizado? Sei que para 1a fase testes e sinopses são suficientes, mas e para 2a fase?
    Poderia dar algumas dicas de como fazer um RPC eficiente? Tudo parece ser importante dentro do tema, ainda que estudando pelo edital sintetizado.

    Muito obrigada!
    Abçs,
    Karina

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *