4 Passos para um estudo vencedor

Tempo de leitura: 3 minutos

Nesse curto e excelente vídeo, Gerson lista quatro passos essenciais para obter vitória nos seus estudos:

 

Vamos agora destrinchar esse passo-a-passo pra você:

1) Resolva e analise muitas questões

Pode parecer estranho no começo tomar essa atitude, já que geralmente se começa estudando o livro ou apostila antes de partir questões, mas fazer esse caminho inverso é estratégico e lhe poupará preciosas horas de estudo.

A resolução/análise de questões serve para que verifique quais assuntos dentro daquela matéria são mais abordados, bem como a fonte de estudo mais útil. Caso nunca tenha estudado aquela matéria, parta direto para a análise das questões, verificando os comentários no seu livro de questões, pesquisando em sites que as disponibilizam ou fazendo a boa e velha pesquisa.

2) Escolha o material e estude de acordo com essas análises

Partamos do seguinte exemplo: na matéria Direito Administrativo, o estudo do tema “Atos Administrativos” tem grande incidência de questões, qualquer que seja a carreira objeto da prova, geralmente com questões baseadas em doutrina, com menor incidência de lei e jurisprudência. Através das questões resolvidas/analisadas, você deverá buscar o livro, a sinopse, a apostila ou suas anotações de caderno e estudar esse tema de uma forma mais direcionada.

Exemplo 2: no tema “Direitos Fundamentais”, em Direito Constitucional, além da exigência de lei seca, concursos em carreira jurídica exigem maior conhecimento da jurisprudência dos tribunais. Dessa forma, o candidato deve estudar também por informativos de jurisprudência dos tribunais superiores.

3) Crie seus resumos para poder revisar

Esse terceiro passo, bastante negligenciado por muitos concurseiros, é essencial para consolidar o conteúdo estudado, qualquer que seja a fonte de estudo (lei, doutrina e/ou jurisprudência). A fim de evitar gastar muito tempo resumindo, aprenda a técnica do Resumo por Palavras Chave (RPC), utilizada no Curso Método de Aprovação e apresentada nesse vídeo:

 

4) Resolva muito mais questões

Após o estudo do conteúdo, orientado pelas primeiras questões resolvidas/analisadas, com a devida confecção de seu RPC, resolva mais questões – dessa forma, poderá verificar se realmente apre(e)ndeu o conteúdo estudado, bem como checar seus erros, verificar que subtópicos deveria ter estudado ou até descobrir novidades das quais não tinha conhecimento.

Por fim, vale ressaltar que essa dobradinha “revisão e questões” deve ser mantida, mesmo após esses quatro passos acima, a fim de manter em sua memória o conteúdo aprendido e aprimorá-lo cada vez mais – até porque, principalmente nas matérias jurídicas, sempre pode aparecer uma nova lei ou um novo posicionamento jurisprudencial que o faça ter de rever seus resumos[1].

Esperamos que seguindo esses passos, você consiga em breve alcançar a alegria da aprovação em concursos públicos!

Até a próxima dica!

[1]Um exemplo claro disso é a superação, em 2016, de precedente firmado em 2009 pelo STF que impedia a prisão da pessoa enquanto não transitada em julgado a sentença. A partir do ano passado, passou-se a entender que a execução da pena após decisão condenatória proferida em segundo grau não ofende o princípio da presunção de inocência. Nesse sentido, vide: STF. Plenário. HC 126292/SP, Rel. Min. Teori Zavascki, julgado em 17/2/2016 (Info 814). STF. Plenário. ADC 43 e 44 MC/DF, rel. orig. Min. Marco Aurélio, red. p/ o ac. Min. Edson Fachin, julgados em 05/10/2016 (Info 842).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *